Feira Livre com barreira sanitária e orientação sobre o uso de máscaras

Além disso, equipe da Secretaria Municipal de Saúde de Conceição da Barra aferiu a temperatura corporal de feirantes e frequentadores da feira livre, que a partir de agora passa a funcionar em  frente ao Estádio de Futebol, Gastão Cock da Cunha Mas mesmo com o Decreto Municipal, alguns consumidores e até feirantes insistiam em não usar a máscara facial

20200515_084745
Equipe da Saúde aferia a temperatura das pessoas e orientava sobre o uso de máscaras

Os desavisados que foram à feira nesta sexta (15/05) e não levaram máscaras, tiveram uma surpresa. A Prefeitura de Conceição da Barra (norte do Espírito Santo), através da Secretaria Municipal de Saúde e a gerência de Geração de Emprego e Renda montaram uma barreira sanitária nas duas entradas para a feira livre, que a partir de agora passa a funcionar na rua Capitão Antero Faria, em frente ao Estádio Municipal Gastão Cock da Cunha.

20200515_092522
Equipe da G.E.R distribuíram máscaras para quem chegasse na feira sem o adereço

Na barreira sanitária, equipes da Saúde e da Geração de Emprego e Renda aferiam a temperatura dos feirantes e consumidores, orientavam quanto ao uso de máscaras para frequentar a feira, além do uso de álcool 70 graus.  As pessoas que chegavam sem o adereço, recebiam uma máscara antes de ultrapassar a barreira. Mesmo com as orientações e atendendo ao decreto municipal 5.272/2020, alguns consumidores e até feirantes insistiam em não usar a máscara, alegando desconforto.

20200515_085236

O decreto municipal e as barreiras sanitárias que estão sendo implantadas nas feiras livres da sede e nos distritos de Braço do Rio e Vila deItaúnas fazem parte do enfrentamento ao Covid-19, que nos últimos meses já causou a morte de mais de 14 mil pessoas em todo o País, até nessa sexta-feira (15/05). Somente no Espírito Santo foram, até o fechamento desta edição, algo em torno de seis mil casos confirmados e 250 mortes.

Em último boletim divulgado pela prefeitura, no dia 11 de maio, o município tinha registrado 16 casos, sendo cinco suspeitos, dez foram descartados e um caso confirmado. E é justamente essa a preocupação das autoridades sanitárias, principalmente no distrito de Braço do Rio, onde o coronavírus foi testado positivo para um homem contaminado durante viagem no Pará, região norte do país, O paciente  está em isolamento domiciliar e foi notificado, podendo ser preso caso saia do isolamento.  Moradores reclamaram que ele estava circulando por bares e feira livre do distrito, mesmo sob suspeita de ter sido contaminado.

20200515_090523
Wellington Pina –  “Na feira recebemos pessoas de vários distritos, comunidades quilombolas, além dos moradores da sede e até pessoas de fora. Por isso, os cuidados devem ser redobrados”

“As barreiras sanitárias são necessárias neste momento, para orientarmos as pessoas, sejam elas feirantes ou consumidores, da importância dos cuidados para enfrentarmos essa pandemia.  Aqui na feira recebemos pessoas de vários distritos, comunidades quilombolas, além dos moradores da sede e até pessoas de fora. Por isso, os cuidados devem ser redobrados”, disse o gerente da Geração de Emprego e Renda, Wellington Pina. Segundo ele, essa medida vai durar até ser decretado o fim da pandemia do Covid-19, ou quando tudo retomar a uma certa normalidade.

Máscaras: cada um usa de acordo com a maneira de enxergar a vida

Enquanto permanecer a obrigatoriedade do uso de máscaras em todo o município de Conceição da Barra, cabe a cada um a responsabilidade do uso desse adereço que a cada dia vem sendo adotado por todas as pessoas. E elas surgem com as mais variadas cores e modelos, seguindo sempre o mesmo padrão de proteção.

E nessa busca pela máscara ideal ou não, alguns primam pela ousadia e transformam um momento que poderia ser de total desconforto, em algo que transmita plena alegria, literalmente estampada na cara, através de um sorriso cativante . É assim que o feirante Danilo Rodrigues tem ido à feira vender seus produtos à base de farinha de mandioca e goma.

20200515_085114
Danilo Rodrigues exibe um sorriso largo na máscara ao ir à feira vender seus produtos

Com um sorriso largo por dentro e por fora da máscara, ele sabe da importância da prevenção nesse período crítico em que o país atravessa. Por isso, aconselha a todas as pessoas a utilizarem a máscara, com um sorriso no rosto ou não. “Mas ela é fundamental para nos proteger, nesse momento crítico de pandemia”, alertou.

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: